Livro Análise de Assunto: teoria e prática

 

Lançamento da Editora Briquet de Lemos.

ivro-analise-de-assunto-teoria-e-praticaAnálise de assunto é o processo de leitura dos documentos existentes em bibliotecas e sistemas de recuperação da informação visando a identificar os assuntos de que tratam para que possam ser recuperados nos catálogos e índices. Trata-se de um dos processos intelectuais mais importantes da prática bibliotecária, tanto em bibliotecas tradicionais
quanto digitais. Tendo em vista as vantagens oferecidas pela automatização desse processo, muitas tentativas têm sido feitas nesse sentido. Na indexação automática, entretanto, não se pode esperar qualidade e precisão nos resultados obtidos. A análise de assunto se inicia com a leitura do texto. Em seguida, passa-se à fase da extração de conceitos que possam representar o conteúdo temático desse texto. Depois de traduzidos para uma linguagem de indexação, passam a ser chamados de descritores e cabeçalhos de assuntos, entre outras denominações. Todas as fases do processo sofrem interferência
de fatores linguísticos, cognitivos e lógicos, o que confere ao processo um caráter interdisciplinar.

Eduardo Wense Dias obteve o doutorado em ciência da informação na University of California at Los Angeles (1987). É professor titular da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais.


Madalena Martins Lopes Naves obteve o doutorado em ciência da informação na Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (2000). Professora universitária especialista nas áreas de tratamento da informação e elaboração de trabalhos científicos.

 

Sumário

Prefácio à segunda edição, vii
Apresentação, ix
1       Tratamento temático da informação, 1
1.1    Os processos, 9
1.2    Os instrumentos, 11
1.3    Os produtos, 14
2       O processo de tratamento temático, 17
2.1    Consistência e relevância na indexação, 23
3        A leitura do texto pelo indexador, 27
3.1    O texto, 27
3.2    A leitura, 35
4       A prática da leitura técnica, 42
5       Extração de conceitos, 55
5.1    Conceito, 55
5.2.   Assunto, 58
5.3    Contexto, 63
5.4    Utilização de mapas conceituais na organização de
conceitos, 65
6       Determinação da atinência, 67
6.1    Atinência, 67
6.2    Significado, 70
7       O caráter interdisciplinar da análise de assunto, 73
7.1    Aspectos linguísticos, 73
7.2    Aspectos cognitivos e lógicos, 78
8       A pesquisa em análise de assunto, 88
8.1    Os temas, 89
8.2    Estratégias metodológicas, 92
8.3    A pesquisa no Brasil, 95
8.4    Tendências, 99
Referências, 102
Índice, 111

Saiba mais em: http://www.briquetdelemos.com.br/analise-de-assunto-teoria-e-pratica.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>